Gótico

Bem, imagino que a maioria das pessoas que estão lendo esse texto já, em alguma vez na vida, tenha escutado o termo gótico, seja na arquitetura, literatura ou na música. Em geral as pessoas já estão habituadas com esse nome. Prenderei-me na cultura gótica em geral, mas dando ênfase aos góticos em si.

Quem já não viu pelas ruas de nossas grandes cidades, um grupo, ou apenas uma pessoa, vestida de preto, com cabelos fora do comum, usando como adorno em seus pescoços crucifixos ou ankhs, com piercings, usando coturnos, ou algum tipo de botas? Enfim, pessoas como mais ou menos essas descrições, mas não podemos esteriotipar góticos pois, acima de tudo e ao contrário do que muita gente pensa, isso não é forma de se vestir, mas sim atitude. Continuando, a maioria das pessoas com certeza olha com espanto e medo, até mesmo preconceito pessoas com essas características. Infelizmente a sociedade brasileira em geral ainda é muito tradicional, e não está habituada com pessoas assim, logo as definem como drogados, marginais, loucos, vagabundos, roqueiros e uma infinidade de adjetivos impróprios. Podemos claro, afirmar que algum gótico se encaixe nessa descrição, mas garanto, não é a maioria.

Quem pára e pensa o porquê da atitude daquelas pessoas em agir daquela forma? Com certeza a grande minoria. Góticos são pessoas extremamente especiais, pois podemos encaixá-los em diversos modos de pensar. São pessoas desiludidas com a hipocrisia dessa sociedade decadente e vivem procurando uma saída através da expressão de seus mais íntimos e obscuros sentimentos, seja na música, literatura, arte plástica em geral, ou somente na atitude de ver o que está errado e reagir contra tudo isso. Buscam o individualismo que e abrem suas mentes para um outro universo, mais denso, mais profundo e mais sensível. Podemos dizer também que os góticos são pessoas extremamente românticas e sensíveis, pois quando sofrem uma decepção amorosa, caem em uma profunda depressão, muitas vezes sanada através do suicídio ou do flagelamento, seja bebendo, de preferência vinho, seja de outra forma, mas ilícita. Conforme citado anteriormente, conseguimos achar um gótico nas ruas seguindo o esteriótipo, mas é válido lembrar que isso não significa nada, pois ser um gótico de verdade está na mente dele e não em sua forma de vestir. As roupas nem sempre indicam um verdadeiro gótico, pois existem muitos poser* que se intitulam da cultura apenas pelo que vestem, muitas vezes influenciados por filmes, novelas, livros e RPGs. Procure em um gótico, algum sinal de escuridão, melancolia e sofrimento em sua alma, esse realmente é um.

Os góticos têm uma tendência de humor perverso, negro e muitas vezes, sarcástico, sendo que, dificilmente se entenderão com alguma outra sub-cultura, ou mesmo com a sociedade em geral. Ser gótico é, como viver em uma tribo, um grupo de pessoas com interesses e gostos iguais. Os góticos tentam sempre a manter fora de seu grupo os posers, e demais que se intitulam pertencer ao grupo sem ter a verdadeira alma gótica. Para quem realmente pertence, conviver com eles é muito bom, pois, é um lugar cheio de paciência e entusiasmo para agŸentar as pessoas que tentam descobrir o que os góticos querem.

Ao contrário das diversas tribos que existem nos grandes centros urbanos, como os punks, os rappers, os skinheads, os hippies, os góticos se diferenciam em diversos aspectos, mas há um que devemos dar toda a importância: um gótico não se torna gótico apenas por querer, ele já nasce com sua alma atormentada e se descobre gótico com o tempo, descobrindo a arte, a música, a literatura e a história, e se sentindo bem com ela. As tribos restantes não, essas bastam seguir algum de seus princípios e se comportar como eles que você já faz parte.

Em suma, ser gótico é abolir todos os preconceitos dessa sociedade que intitula moderna como racismo e opção sexual, ter uma alma extremamente sensível e melancólica, tendo tendência depressiva, buscar na morte uma salvação para esse mundo decadente e sem solução, ser pessimista, adorar a arte gótica, entre elas, a literatura, a música, as pinturas, as esculturas, etc e viver de luto a essa sociedade caótica, através de suas vestes pretas. Ao contrário do que algumas pessoas pensam, Goticismo não é religião, mas sim, uma sub-cultura, com estilo e maneira de pensar, conforme comentado no decorrer desse texto.

Apesar de muitos góticos terem religiões e crenças totalmente atípicas da sociedade como Wicca, o Ateísmo, o Agnosticismo, o Gnosticismo, o Shamanismo, o Satanismo e outras culturas neopagãs, eles discutem entre eles as religiões mais populares, em geral as cristãs.
Muitos góticos usam sim crucifixos em seus pescoços, mas isso não significa que eles seguem essas religiões, uma vez que esse símbolo existe há muito mais tempo que o cristianismo. Outros, como já mencionado no começo, usam no pescoço o símbolo egípcio ankh, mas isso não significa também que eles adorem as divindades egípcias. O fato de eles usarem esse adorno, no meu ponto de vista, remete ao seu significado de origem. Ele era encontrado sempre em hieróglifos, sendo segurado pelas divindades egípcias como se fosse uma chave, que nos remete o seu significado como "a chave dos portões que separam a vida da morte", já que esses desenhos eram muito comuns em pirâmides mortuárias dos faraós. Se entendermos que os góticos almejam a morte como uma forma de liberdade, perceberemos que essa simbologia em usar o ankh, significa que eles sempre estão preparados para morrer, com a chave da morte em seus pescoços.

Assim, podemos concluir que os góticos não são pessoas tão ruins assim, diferentes, mas não ruins como as pessoas pensam, ele apenas tem gostos exóticos se comparados com o restante da sociedade. Não são também loucos com instintos suicidas, mas sim, seres humanos desiludidos com alguma coisa e encontram através da morte ou do flagelamento uma solução para seus problemas, como a liberdade de não ter mais que enfrentá-los. Góticos adoram cemitérios, pois é um lugar de paz, é isso que eles querem. Não são pessoas violentas como muitos pensam, pois são erroneamente confundidos com punks, por incrível que pareça. Adoram o vinho, a bebida símbolo dessa fantástica tribo urbana. Repudiam todas as formas de alienação das massas, em geral a televisão, pois ela, aos poucos, atrofia a mente das pessoas com seus programas apelativos e de extremos mau gosto. Góticos são pessoas inteligentes e não conformista, pois não aceitam a sociedade do jeito caótico que se encontra. Em suma, góticos são pessoas sentimentais, que apenas querem viver sua vida decadente e melancólica a sua maneira, podendo, de alguma forma expressar seus mais íntimos sentimentos, seja através da música, da literatura e outras formas de arte, ou apenas se sentindo bem com todas elas.

Espero com esse meu texto ter posto na cabeça de quem o leu, um pouco mais de sabedoria e conhecimento sobre essa sub-cultura que existe em nossas cidades, os Góticos.

ALGUMAS FOTOS DO GÓTICOS

Anja Gotica
Death
Death
Gotico
Minha Sombra



Adicione seu banner aqui, em troca pedimos que coloque nosso banner no seu site.
Contato