Piadas de Crianças

- Ele me jogou uma primeiro - explicou Carlos quando sua mãe o repreendeu por ter jogado uma pedra noutro menino. - Por que você nao veio dizer-me, em vez de jogar outra nele? - Que adiantaria? - replicou Carlos. - A senhora nao acertaria nem num elefante
Três escoteiros comunicaram ao seu chefe que já tinham praticado a sua boa ação do dia. - Ajudamos uma velhinha a atravessar a rua - disseram-lhe. - Isso foi uma boa ação - declarou o chefe, sorrindo satisfeito. - Mas por que foram necessarios vocês três para ajudá-la a atravessar a rua? - Porque ela não queria atravessar - explicou um dos escoteiros.
O pai estava passeando com o filhinho. A certa altura, o garoto perguntou: - Pai, o que é eletricidade? - Bem, não sei ao certo - respondeu o pai. - Tudo o que sei e que e algo que faz as coisas funcionarem. Mais adiante, o menino fez outra pergunta. - Pai, como é que a gasolina faz os motores funcionarem? - Não sei, filho. Não entendo de motores. Depois de curto intervalo, o garoto novamente: - Pai, por que o asfalto brilha como se estivesse molhado, nos dias de calor? - Não sei. Não entendo de pavimentação. - Outras perguntas se seguiram, com quase os mesmos resultados. Por fim, o garoto perguntou: - Pai, você não se aborrece quando faço todas essas perguntas? - Claro que não, filho. De que outra forma você aprenderia alguma coisa?
Mariazinha ve Joaozinho na banheira e pergunta: - O que você esta fazendo ? Joãozinho responde : - Brincando de submarino. E ela : - Posso brincar ?? Joãozinho : - Não , você não tem periscópio ...
A garotinha olhava, fascinada, a mãe esfregando creme no rosto. - Pra que e que você está fazendo isso? - Pra ficar bonita- disse a mãe começando a tirar o creme do rosto com um algodão. - Que foi?? - perguntou a garota.- Desistiu????
Na aula de ciencias, a professora pergunta: - Dudu, o que acontece com um pedaço de ferro deixado muito tempo ao ar livre? - Enferruja, professora! - Muito bem! E com um pedaço de ouro? O que acontece? - Desaparece rapidinho!
Quando meu filho tinha quatro anos, resolvi ajudá-lo em um dever de casa que consistia em fazer um desenho colorido. O tema era livre. A primeira dificuldade foi convence-lo a deixar tudo por minha conta. Bem que o garoto não queria, talvez movido por razoes de consciência ou até mesmo porque já conhecesse meu potencial de desenhista, o que acho mais provável. Quebrada a resistência dele com um saco de balas, algumas ameaças de palmadas e finalmente com uma ordem expressa de ir para a cama porque já estava tarde, debrucei-me sobre o trabalho. Depois de fazer uns cem rascunhos usando apenas o lápis preto, decidi-me apenas por cinco modelos, que achei geniais. Depois de colorir os modelos, tarefa que levou algumas horas, escolhi o que me parecia melhor. Verdadeira obra de arte, pensei, são até capazes de encaminhar meu filho diretamente para a Escola de Belas Artes. Pensei em consultar minha mulher, mas como ela nunca concordava com as gravatas que eu escolhia, achei que sua falta de gosto iria causar também alguma polêmica sobre minha obra-prima. Como ela não tivesse assistido minhas negociações com o garoto e ignorasse completamente o que tinhamos "combinado", resolvi deixá-la fora do processo. Mais tarde ela forçosamente tomaria conhecimento do assunto e eu confessaria muito "humildemente" quem tinha sido o autor da obra de arte que a escola estava atribuindo a nosso filho. Sete horas da manha, trabalho terminado quase na hora do pessoal acordar, enfiei o desenho na pasta do garoto, guardei o material, joguei no lixo os restos mortais dos cinco blocos que gastara e fui feliz para o meu trabalho no escritorio. Quando cheguei em casa a noite, notei que meu filho estava meio arredio comigo, mas como esses garotos tinham um humor muito instavel, atribui o fato a alguma desavença com outras criancas e deixei pra la. Nem perguntei como tinha sido recebido seu desenho, preferindo que ele tomasse a iniciativa de me comunicar o sucesso. O garoto foi dormir mais cedo do que o costume, sem necessidade do "quiproquo" habitual. Deve estar muito cansado, pensei. Mal tive tempo de conversar com minha mulher antes de nos recolhermos. A única conversa tinha sido uma ligeira discussao sobre qual canal seria sintonizado na TV. No 4 tinha a novela e no 7 tinha um jogo de basquete espetacular. Como sempre perdi a parada e minha mulher assistiu o jogo que lhe interessava. Na hora de dormir, surgiu a conversa: - Bem, estou muito preocupada. - O que houve? - Esta tarde fui chamada a escola de nosso filho. - E então ? Minha pergunta era apenas uma camuflagem de minha euforia. Afinal de contas o assunto so poderia ser o desenho e, como e natural, todas as mães de criancas prodigio preocupam-se muito com a precocidade dos meninos, achando que isto pode acarretar futuros problemas emocionais na adolescencia. Coisas de psicologia de revistas femininas.. - A diretora me falou sobre um dever de casa que ele entregara pela manhã. - E então ? Eu acertara na mosca. O reconhecimento de minha genialidade estava próximo, após minha "humilde" confissao do delito praticado. - Ela se mostrou muito apreensiva com o trabalho dele, dizendo nunca ter visto coisa igual criada por uma crianca de quatro anos. E olha que ela lida com criancas ha mais de vinte anos. - E então ? Eu mal conseguia esconder minha emoção. A primeira consequencia do reconhecimento de meu extremo senso de estetica e bom gosto seria naturalmente a liberdade de escolher minhas gravatas dali para a frente. A justica tarda mas não falha. - Ela me mostrou o desenho que o Gasparzinho fez ontem. Ela tem toda a razão. Essas mulheres, pensei, sao incapazes de compreender que qualquer desajuste emocional e comportamental apresentado pelos genios em sua infância são apenas detalhes diante do brilhante futuro a eles reservado. Mas de qualquer forma, pensei ainda, estou tranquilo ja que o Gasparzinho é uma crianca normal. O gênio sou eu... - E então ? dei-lhe mais corda. - Querido. Estou desesperada. Precisamos amanha mesmo levar o Gasparzinho a um psiquiatra infantil. E disse já chorando: - A diretora e eu achamos que nosso filho é um retardado mental...
Um menino travesso fazia demonstrações em sua bicicleta, para sua mãe. A cada passagem o garoto ia dizendo... - Mamma agora com um pé ( pedalava com um dos seus pés ) - Mamma agora sem os dois pés !! - Mamma agora sem uma mão !! - Mammãeee agoga sem os dentes..
O garoto chega em casa e entrega ao pai o recibo da mensalidade da escola: - Puxa vida, mas essa sua escola esta ficando muito cara !! - E, olhe pai, que eu sou um dos que menos estuda.
O menino está passeando com o pai no Shopping Center. De repente, ve um televisor e comenta: - Olhe, papai, 'pilipis' O pai diz: - Não é 'pilipis', meu filho, é 'filipis' Daqui a pouco o menino diz: - Olhe, papai, 'pilco' O pai diz: - Não é 'pilco', meu filho, é 'filco' O menino olha para o pai indignado e diz: - Futa que fariu, tiraram o 'P' do alfabeto!!!!!!!!!
O garotinho chega para o pai e diz: - Pai, hoje eu falei de você na minha redação de escola... - É ?!?!? Qual era o assunto da redação? - A professora pediu pra gente falar dos nossos heróis, do nosso modelo de vida... - A é? E o que você falou? - Bem, eu disse que você era forte, bonito, gentil... O pai cheio de si: - Verdade, meu filho? Eu não sabia que você me admirava tanto... - Não é bem assim papai. é que eu não sabia escrever Arnold Schaerwzeniger, Shiaerzeneggaer... schwartzinaegger....
Lógica Infantil - Há um animalzinho que trabalha muito para a tua mãe ter um vestido de seda. Como se chama esse animal ? - pergunta o professor. - ......Paizinho.
Estava na cidade do interior o representante da Secretaria de Educação para avaliar a qualidade do ensino recebido pelas crianças. Assim que chegou no primeiro colegio, foi direto para uma sala de aula e, apos identificação, resolveu "sabatinar" alguns alunos para avaliação. Chamou um aluno (Joaozinho) e fez uma pergunta de conhecimento geral: "QUEM INCENDIOU ROMA?" Joaozinho entao passou a chorar respondendo, aos prantos, que não tinha sido ele. Indignado, o fiscal da Secretaria da Educação se virou para a professora e disse: "QUE ABSURDO DE RESPOSTA PROFESSORA! O QUE A SENHORA TEM A DIZER A RESPEITO?" Respondeu entao a professora convicta do que estava falando: "OLHA, EU CONHECO O JOAOZINHO HA MUITO TEMPO E POSSO GARANTIR AO SENHOR QUE, SE ELE DIZ QUE NÃO FOI ELE, É POR QUE REALMENTE NÃO FOI ELE!" não se contendo de indignação, o fiscal se dirigiu para a diretoria, descarregando em cima do diretor toda sua ira: "COMO É POSSIVEL DIRETOR, EU FACO UMA PERGUNTA SIMPLES PARA UM ALUNO E RECEBO UMA RESPOSTA COMPLETAMENTE ABSURDA. CONVERSO ENTAO COM O PROFESSOR E ELE A DIZ ASNEIRA QUE CONHECE BEM O ALUNO E QUE NÃO FOI ELE??????" Calmamente a diretora baixa a voz e fala em tom aveludado para o fiscal: "OLHA, O JOÃOZINHO É FILHO DE UMA FAMILIA MUITO IMPORTANTE NA CIDADE. VAMOS CONVERSAR COM SEUS PAIS E ABAFAR O CASO POIS TENHO CERTEZA DE QUE IRÃO REPARAR OS PREJUIZOS."
O vizinho chega para mãe do toninho e reclama : - Quer fazer o favor de pedir pro seu filho parar de me imitar ! E a mãe: - Toninho quer parar de bancar o idiota ?
O bebezinho da casa do juquinha chorava o dia inteiro . Um dia não aguentando mais aquele berreiro o amigo de juquinha disse para ele : - Seu irmão é chato hem ? Ê diabo de menino chorão , pô ! - Pois eu acho que ele tá certo . - Certo como ? - Queria ver o que você faria se não soubese falar , fosse bangela , careca e não conseguise ficar de pé ! Um menino esta paseando de trem com a mãe num dia de sol. Derrepente,a senhora em frente tira o seio para dar de mama ao bebê que ela carrega no colo . Intrigado o menino pergunta a mãe : - Mas... que negócio e esse ! - Ela está dando leitinho para o bebê , meu filho - Leitinho , aquele peito tá cheio de leite ? - Tá , meu amor . - E o coitado vai beber assim puro sem nenhum biscoito
A professora diz : - Juquinha diz ai dois pronomes ! - Quem ? Eu ? - Ta certo pode sentar !
A crianca pergunta ao pai: - Papai, quando eu vim ao mundo, quem me deu minha inteligência? - Com certeza tua mãe, já que eu ainda tenho a minha...
A professora de francês escreveu na lousa: "Le lion est le roi des animaux", e pediu para traduzir. Juquinha não teve duvidas: - O Leão quis urrar, mas desanimou.
O menino entrou em casa e perguntou pro pai: - Paieeh,eu nasci de um ovo? - Ora meu filho ,claro que não!mas que bobagem eh essa? - É que quando eu entrei no elevador o porteiro disse pro faxineiro: - "Olha aí o filho da galinha do quarto andar".
Seu Juvenal ficou intrigado quando viu o Joãozinho com uma melancia na cabeça: - Pra quem você ta levando essa melancia, Joaozinho ? - É pra Mariazinha ... E que ontem eu dei uma cerejinha pra ela e ela me deu um beijinho ...
A menina entra apavorada em casa, chorando e a mãe pergunta. - O que houve, minha filha? - É que hoje teve aula de educação sexual e eu perguntei pra professora por onde o bebê sai e ela disse que é pelo mesmo lugar que o esperma entra. - E qual o problema? - É que ontem brinquei de casinha com o Joãozinho e agora estou com medo de quebrar os dentes na hora do parto.
O filho chega pro pai: - Pô pai!! Hoje eu tive a minha primeira experiência sexual! E o pai: - Que legal filho!! Senta aí pra me contar. Ahh, pai, é que não tá dando pra sentar agora...
Tinha um guri de uns 12 anos tentando dormir. O problema é que do quarto ao lado vinham ruidos esquisitos... seus pais estavam numa muito boa... Foi entao que o guri muito curioso chegou perto da porta e começou escutar o papo deles: A mãe diz: - Poxa, meu bem, estou desesperada, eu quero a todo custo que o nosso próximo filho venha ao mundo com os cabelos castanhos, olhos azuis e uma pintinha na bochecha... E o pai: - Tá legal, deixa comigo! E lá se foram mais gemidos, sons estranhos etc. E o guri só olhando do buraco da fechadura... Pois bem, depois de nove meses nasceu um bebê lindo, olhos azuis, cabelos castanhos e adivinhem... até aquela pintinha na bochecha! Passa um tempinho e la vai o guri de novo xeretar na porta dos pais, atraído dos mesmos sinais sonoros: A mãe: - Oh! Sim meu bem, muito bem! Dessa vez capricha num bebê loiro, com os olhos castanhos, e a pintinha eu quero proxima do olho esquerdo! O pai: - Tá jóia, é comigo mesmo! O guri cada vez mais admirado com as proesas de seu pai, esperou pacientemente por mais nove meses. Dito e feito! Nasce um outro irmãozinho exatamente como a mamãe pediu. O casal tinha acabado de chegar da maternidade, festa em casa, parentes etc. E lá do fundo do quintal, no quartinho da empregada o guri dá um grito: Guri: Paieeeeeê! Ô pai, vem cá! E o pai assustado vai correndo ver o que estava acontecendo, abre a porta do quartinho e vê o guri de bruços na cama com a bunda de fora e diz: Guri: - Ok painho, vamos ai, larga braza numa Caloi 10 amarelinha...
Diz que o menino ia com a mãe passeando pelas ruas, quando viu um gato trepando com uma gata. Nisso ele pergunta para a mãe: - Mamãe, que qué isso que o gatinho e a gatinha tao fazendo um em cima do outro??? A mãe, muito sem graça, responde: - É um sanduiche, meu filho, é um sanduiche! Continuam o passeio e passam por um cachorro trepando com uma cadela. E o menino outra vez: - Mamãe, que qué isso que o cachorrinho e a cachorrinha tao fazendo um em cima do outro??? A mãe, mais sem graca ainda, responde: - É um sanduiche, meu filho, é um sanduiche! A noite, em casa, já tarde, o garotinho levanta-se para beber água. Passando pelo quarto da mãe, ouve um ruido e vê que o pai e a mãe estão trepando. Ele fica lá observando. Nisso, a mãe se dá conta e vem correndo fechar a porta do quarto. Antes que a mãe pudesse fechar a porta, o garotinho dispara: - Mamãe, você e o papai estao fazendo sanduiche??? A mãe, mais que sem graça, responde sem pensar duas vezes: - É, é isso mesmo filhinho!!! Só pra escutar a resposta do guri, que bombardeia: - É por isso que a senhora está com toda essa maionese em cima da boca!!!
A professora diz pra classe: - Criancas, hoje vamos formar uma frase com a palavra PROVAVELMENTE. Primeiro você, Mariazinha. - Eu fui brincar com a minha boneca, mas ela não estava no armário. PROVAVELMENTE, minha irmazinha tinha tirado ela de lá !! Muito bem ... Agora você, Paulinho! - Eu fui brincar com a minha bola de futebol e ela tava murcha. PROVAVELMENTE, ela estava sem ar dentro! Muito bem ! Aí ela olhou pro Joaozinho, que era o capetinha da turma, e disse: - Sua vez, Joaozinho! - Meu pai pegou a revista TIME LIFE e entrou no banheiro. PROVAVELMENTE ele foi cagar, porque ele não manja porra nenhuma de inglês !!!
- Mamãe, azeitona tem perninhas? - Não, meu filho. - Xiii.. comi um besouro..
O joaozinho entra na farmacia afoito e pede ao seu joaquim uma caixa de supositorios. Pega a caixa e sai correndo quando seu Joaquim grita: - Ô Joãozinho, é pra butar na conta da tua mãe????? E o Joãozinho: - Não!!!, é pra botar no .... do meu pai.
Dialogo entre pai ( P ) e filho adolecente ( F ) -(p) Meu filho , estou preocupado com você , não trabalha , não estuda , dorme o dia todo . você ja tem 15 anos . O QUE você QUER DA VIDA ? Por acaso você sabe o que Abraham Lincon fazia quando tinha a sua idade ?? -(f) O que ele fazia eu não sei , porem eu sei que ele era presidente dos EUA quando tinha a SUA IDADE .



Adicione seu banner aqui, em troca pedimos que coloque nosso banner no seu site.
Contato