Adriana Calcanhoto

MENTIRAS

Nada ficou no lugar, eu quero quebrar essas xícaras

Eu vou enganar o diabo, eu quero acordar sua família

Eu vou escrever no seu muro, e violentar o seu gosto

Eu quero roubar no seu jogo, eu já arranhei os seus discos

Que é pra ver se você volta, que é pra ver se você vem

Que é pra ver se você olha pra mim

Nada ficou no lugar, eu quero entregar suas mentiras

Eu vou invadir sua aula, eu queria falar sua língua

Eu vou publicar seus segredos, eu vou mergulhar sua guia

Eu vou derramar nos seus planos o resto da minha alegria

Que é pra ver se você volta, que é pra ver se você vem

Que é pra ver se você olha pra mim


VAMBORA

Entre por essa porta agora

E diga que me adora

Você tem meia hora

Pra mudar a minha vida

Vem Vambora

Que o que você demora

É o tempo que leva

Ainda tem o seu perfume pela casa

Ainda tem você na sala

Porque meu coração dispara

Quando tem o seu cheiro

Dentro de um livro

Dentro da noite Veloz

Ainda tem o seu perfume pela casa

Ainda tem você na sala

Porque meu coração dispara

Quando tem o seu cheiro

Dentro de um livro

Na cinza das horas

Um toque de suas mãos, o sorriso desse olhar

O sol vem me envolver, se passo um tempo com você

E tento perceber se teu carinho é todo meu

Não vem mais uma vez dizer adeus.