É o Tchan

A DANÇA DO BUM BUM

  • Cheguei estou no paraíso!

  • Que abundância meu irmão

Todo mundo mexendo

Vamo embora!

Conheci uma menina que veio do Sul

Pra dançar o tchan e a dança do chu chu

Deu em cima deu embaixo

Na dança do chaco

E na garrafinha deu uma raladinha

Agora o gerasamba mostra pra vocês

A dança do bumbum que pegou de uma vez

Bota a mão no joelho

Dá uma abaixadinha

Vai mexendo gostoso

Balançando a bundinha

Agora mexe, vai !

Mexe mexe mainha

Agora mexe bem gostoso vai !

Mexe mexe loirinha

  • Agora mexe é aí mesmo

Mexe mexe neguinha

Agora mexe, vai

Balançando a popancinha

E mexe mexe pro lado

E mexe mexe pro outro

Vai mexendo embaixo

Vai mexendo gostoso

Mexe mexe pro lado

E mexe mexe pro outro

Vai mexendo embaixo

Vai mexendo gostoso

Vai no sapatinho vai, oi !

Remexendo gostosinho, vai

vai embora mocada!

Vai no sapatinho vai !

Remexendo gostosinho, vai !

Bota a mão no joelho

Dá uma abaixadinha

Vai mexendo gostoso

Balançando a bundinha


A DANÇA DO VENTRE

Neguinha maravilhosa, mulher bonita mostra esse

agito pra mim vá, demais…

Esse agito quente que nem areia no Saara, me queima vá!

Danada… ordinária… vamo embora, mostra pra mim juntinho,

Vamo embora!

Essa é mistura do Brasil com o Egito

Tem que ter charme pra dançar bonito

Essa é a mistura do Brasil com o Egito tem que ter

Charme pra dançar bonito

Quem vem de fora, vem chegando agora

Mexe a barriguinha sem vergonha e entre

Balance o corpo, meu bem, não demora

Que chegou a hora da dança do ventre

Quem vem de fora, vem chegando agora

Mexe a barriguinha sem vergonha e entre

Balance o corpo, meu bem, não demora

Que chegou a hora da dança do ventre, olha o Ali Babá aí ó!

Ali Babá…

Ali Babá…

O califa tá de olho no decote dela

Tá de olho no biquinho do peitinho dela

Tá de olho na marquinha da calcinha dela

Tá de olho on balanço das cadeiras dela

Vai ralando o Tchan comigo!

Rala, ralando o Tchan, aê

Rala, ralando o Tchan, rala mainha!

Rala, ralando o Tchan, aê

Rala, ralando o Tchan

Gostei minha odalisca, agora faz essa cobra coral subir vai

Assim comigo juntinho vai, subindo, subindo, subindo que

Maravilha cheguei no oásis sua ordinária, estou todo molhadinho!

Ela fez a cobra subir, a cobra subir, a cobra subir

Ela faz a cobra subir, a cobra subir, a cobra subir, diga aí!

Ela fez a cobra subir, a cobra subir, a cobra subir

Ela faz a cobra subir, a cobra subir, a cobra subir

Quem vem de fora…

Rala, ralando o Tchan, aê

Rala, ralando o Tchan, olha o quibe!

Rala, ralando o Tchan, aê

Rala, ralando o Tchan

Rala, ralando o Tchan, aê

Rala, ralando o Tchan, rabib!

Rala, ralando o Tchan, aê

Rala, ralando o Tchan é…


A LOURINHA

(Ô gostosa deliciosa ê maravilhosa tô falando da loura galera)

Sei que a lourinha geladinha é gostosa de tomar

Também sei que a lourinha bem quentinha é boa de namorar

Gostosa, cheirosa, demais, não importa ou se ela é quente ou se é gelada

Sei que a loura me atrai

Essa lourinha é um tesão, me deixa na fissura

Quando eu tomo uma lourinha geladinha ninguém me segura

Venha pra cá, venha quebrando, tá todo mundo te olhando

Venha pra cá, venha mexendo, tá todo mundo te querendo

No tcha tcha tcha, no tchu, tchu, tchu

No gera Samba de norte a sul

No tcha, tcha, tcha, no tchi, tchi, tchi

Se requebrando venha pra mim

  • Essa loura é o que? Gostosa Apetitosa

  • Não entendi? Maravilhosa


A MALHAÇÃO

Vou lhe dizer é bom malhar

Dançando com o Gera você vai suar

Menina gostosinha vá se controlar

Um dia sua barriga pode aumentar

E de noite no pagode

Com seu corpinho violão

Vai requebrando gostosinho

Com seu shortinho da malhação

A malhação faz bem ao coração

O corpo fica igual a um violão

Abdominal não será em vão

Agachamento, barra, supino e flexão

Quando pega na maromba

Não quer mais largar

Quando você malha no Gera Samba

Não quer mais parar

Você corre todo dia

Pra lá e pra cá

Essa é sua alegria

“Segredos de versar” também faz soar


ABELHA

Olha a flor!

ZZZZZZZZZ

Abelha!

Abelha joga esse mel

Levantando a mão pro céu

Abelhinha joga esse mel

Levantando a mão pro céu

Diga que sim e vem pousar meu jardim

E vem voando, vem voando

Vem voando de ladinho

Decolando, decolando

Decolando bonitinho

De flor em flor eu vou

Vou procurando o meu amor

Olha a flor Abelha!


ARIGATCHAN

A dança é fácil não tem bicho papão, vem lá da Ásia vem das bandas do Japão

O latino-americano o Tchan do Brasil, chega ensinando pra quem nunca viu

Vem do Oriente pra mexer com a gente, vem quebrar gostoso aqui no Ocidente

Sei que você gosta, sei que você deixa, todo mundo ligado na dança da gueixa

Arigatôoooo saionaráaaaa, arigatôoooo saionaráaaaa

Samurai quer ver bumbum mexer, samurai quer sushi pra comer

Samarai quer amarrar o Tchan, samurai quer tchan tchan tchan tchan


BECO DO SIRI

O ai que ela fazia o ui que ele dizia

Era moqueca de siri que eles tanto comiam

Tinha uma pimenta que tanto ardia

Ela gritava Ai , ele gritava UI

Ai, ui está ardendo, ui

Ui ai está ardendo ai

Lá na rua tem um beco

Beco do siri

E quando escurece a galera grita assim

No silêncio da noite a mulher me chama

Estou travado e vou cair na cama


CALMA

Calma, calma, calma, calma, calma

Tá ficando vermelhinha, vermelhinha, vermelhinha

Quem mandou você pegar, tanta prainha, quem mandou você pegar, tanta prainha

Tá ficando sem vergonha, sem vergonha, sem vergonha, tá querendo namorar (tá)

Tome cuidado com a danada da cegonha (tome cuidado com a danada da cegonha)

Ai meu Deus que dança boa (relaxa),ÊÊ cê na frente eu atrás (encaixa)

Olha só que maré mansa (balança),ÊÊÊÊ abraçadinho fica a massa (me abraça)

Não sabe se entra (se entra, se entra), não sabe se sai (se sai, se sai)

Se senta, levanta, se senta, levanta, sacudinho vai

Calma, calma, calma, calma, calma, calma, calma, calma, calma, calma

Calma, calma, calma, meu bem


CHAMADINHA

Chama essa loirinha pra sambar, chama essa morena pra quebrar

Chama esse neguinho pra mexer, mexer, mexer, mexer, mexer

Agora que o bicho vai pegar, chama essa galera pra dançar

É o Tchan que tá chegando pra você, você, você, você, você

Dá uma chamadinha, meu amor, dá uma chamadinha, que eu vou

Dá uma chamadinha, meu amor, dá uma chamadinha, que eu vou

Eu vou cantando vou levando alegria, sou o Tchan sou da Bahia, da ladeira do Pelô

Eu sou Washington malandro sou cumpadre todo mundo logo sabe que sou lá de Salvador

É só me chamar, é só me chamar, pra ver que eu vou lhe ensinar como tem que fazer

É só me chamar, é só me chamar, pra ver que eu vou lhe ensinar como tem que fazer

Bote a mão pra frente chama no dedinho, e vem e vem painho

Bote a mão pra frente chama na mãozinha, e vem e vem mainha

Bote a mão pra frente chama no dedinho, e vem e vem painho

Bote a mão pra frente chama na mãozinha, e vem e vem mainha


DANÇA DA CORDINHA

Passa negão, passa lourinha quero ver você passar

Por debaixo da cordinha

Passa lourão, passa neguinha quero ver você passar

Por debaixo da cordinha

Essa é a nova onda, que eu vou lhe ensinar

Por debaixo da cordinha

Você vai ter que passar

Remexendo ao som do Gera a menina e o rapaz

É o bicho da cara preta mostrando como é que faz

Passa gordão, passa magrinha, quero ver você passar

Por debaixo da cordinha

Passa magrão, passa gordinha quero ver você passar

Por debaixo da cordinha

Vai, vai, vai baixando

Vai, vai, vai passando

Vai, vai, vai que eu também vou

Essa aí passou, essa aí passou, essa aí passou


DANÇA DO BAMBOLÊ

Vem na pegada do bambo, do bambo

bambo, do bambo, do bambolê

Vem na pegada do bambo, do bambo

bambo, do bambo, do bambolê

Você pode sambar com o bambolê

É só se ligar pra você aprender

É samba no pé, ai que gostosura

A menina que quebra é beleza pura

A menina que quebra é beleza pura

Roda no dedinho (Bambolê)

Vai no pescocinho (Bambolê)

Passa no ombrinho (Bambolê)

Cai na cinturinha (Bambolê)

Da uma rodadinha

Uma quebradinha

Mexe a traseirinha

Minha Pitchulinha

Roda, roda, roda, roda,

Roda e avisa

Quem remexe e desliza

E não deixa parar

Roda, roda, roda, roda,

Roda e avisa

Quem remexe e desliza

No Bambolear


DANÇA DO PÕE PÕE

Olha o Tchan que já chegou

Levantando o seu astral

Balançando essa galera

Requebrando bem legal

Alô lourinha, ôh Lourinha

Você sabe mexer

Moreninha, moreninha

Você sabe mexer

Olha no Põe, Põe, Põe

Me fazendo enlouquecer

Olha no Põe, Põe, Põe

Me fazendo enlouquecer

Corpinho para frente

Bundinha para trás

É na dança do põe, põe

A galera pede mais

Alô lourinha, ôh lourinha

Você sabe mexer

Moreninha, moreninha

Voce sabe mexer

Olha no Põe, Põe, Põe

Me fazendo enlouquecer

Olha no Põe, Põe, Põe

Me fazendo enlouquecer

Pra você que põe o a

Bota as mãozinhas para o ar

Pra você que põe o e

Sambe na ponta do pé

Pra você que põe o i

Só não pode se inibir

Pra você que põe o o

Desce e sobe de uma vez só

Pra você que põe o u

U.u.u.u, só não pode ficar nu

Pra você que põe o a

Vire um pouquinho pra cá

Pra você que põe o b

Bota bundinha pra tremer

Pra você que põe o ce, ce, ce,ce

Alô lourinha, ôh Lourinha

Você sabe mexer

Moreninha, moreninha

Você sabe mexer

Olha no Põe, Põe, Põe

Me fazendo enlouquecer

Olha no Põe, Põe, Põe

Me fazendo enlouquecer

Põe, ai

Galo eu galinha você

Galo eu galinha você

Galo eu galinha você


DENGO DE MULHERES

Toda moça tem um dengo, todo dengo tem um dom de mulher

Se você quiser me amar te dou meu coração de criança, criança

Levarei você comigo sempre guardado na lembrança, lembrança

Mas você me prometeu amor, ai, ai

Me amar, mas não me deu amor, ai ai

Hoje não vou mais sofrer

Toda moça tem um dengo, todo dengo tem um dom de mulher

Eu sambo daqui você quebra de lá

Bota a mão na cabeça e começa a girar pra gerar

Ah! Pra gerar, ah! Pra gerar

Eu quebro daqui você samba de lá

Bota a mão na cabeça e começa a girar pra gerar

Ah! Pra Gera Samba

Vamos brincar de corre-corre, pega-pega, sem parar na Lagoa

Foi lá que a gente começou a namorar


DISQUE TCHAN (ALÔ É TCHAN)

Pega no Compasso no passo dessa menina

Sei que é seu dom, sei que é sua sina

Cheguei lá na Bahia vi seu corpo quebrar

Mas que bumbum bonito só sei que vou ligar

Ei tchan, alô é tchan. Ei Tchan, quem fala? alô é tchan

Ei tchan, alô é tchan. Ei tchan, alô é tchan

Ei tchan alô é tchan. Ei tchan alô é tchan, opa!

Ei tchan alô é Tchan (deixa comigo assim ó)

Disquei pra turma do bicho da Cara Preta

Pra poder me ajudar

Em um concurso dentro da roda-de-samba

Onde eu tinha que julgar

Tinha baiana, americana, italiana, gente de todo lugar

Mas a gatinha escolhida era a tcheca bem sapeca pra sambar

Ôh, lá lá

Ô pega a tcheca, solta a tcheca, leva a tcheca,

Põe a tcheca pra sambar, ôh lá lá

O pega a tcheca, solta a tcheca

Leva a tcheca, põe a tcheca pra sambar (que tchequinha linda)

O pega a tcheca solta a tcheca

Leva a tcheca poe a tcheca pra sambar, vem sambar

Vem sambar aqui no Tchan, vem sambar

Vem sambar que é bom

Tic tic tic tic

Tcheca, ô solta a tcheca

Ô, leva a tcheca, ô põe a tcheca pra sambar

Ô Pega o gringo, leva o gringo, põe o gringo,

Bota o gringo pra sambar

Segure o gringo, pega o gringo, põe o gringo, bota o gringo pra sambar

Segure o gringo, pega o gringo, põe o gringo, bota o gringo pra sambar

Que gringo danado esse, meu irmão

O pega o gringo, o solta o gringo, ôh leva o gringo

O põe o gringo pra sambar, agora é assim, óh vái

Vem sambar aqui no Tchan, samba comigo

Vem sambar que é bom, tem o gringo no samba

Vem sambar aqui no Tchan


É O TCHAN NO HAWAÍ

Ula, ula de lá, quebra quebra daqui

O Bahia iaiá, é o Tchan no Hawaí

Toca esse pandeiro, toca a mão no couro

Que esse swing tá pra lá de ouro

Colar havaiano, abadá, pareô, saruniê, coqueiral

Gutarra havaiana, Ijexá, o tchan é a mistura tropical

Ula, lá, ula, ula daqui pra lá

Ula, lá, ula ula, de lá pra aqui

A baiana desce, que desce, que desce, que desce, que desce, que desce, que desce

Balançando a bundona

A havaiana sobe, que sobe, que sobe, que sobe, que sobe, que sobe, que sobe

Sacudindo as mamonas

Ula ula de lá, tchan quebra quebra daqui, tchan

O Bahia iaiá, é o tchan no Hawaí

Tchan rema, rema, ordinária


FESTA DO PASSA A MÃO

Fala mas não pega, fala mas não pega

Passe a mão e escorrega

Fala mas não pega, fala mas não pega

Passe a mão e escorrega

Tchan do Brasil lhe convida para a festa, vai ter zoeira e pagode bem legal

Vai ter a dança do passe a mão, você vai aprender e vai achar fenomenal

Vou de bandinha, vou de lado, eu vou de frente e com certeza você vai me acompanhar

Vamos levar essa galera ao delírio, que com firmeza todo mundo vai cantar

O Tchan do Brasil é boca, é mesmo uma coisa louca

O Tchan do Brasil é boca, é mesmo uma coisa louca

Na festa do passe a mão, corre a mão, corre a mão, corre a mão, corre a mão

Na festa do passe a mão, corre a mão, corre a mão, corre a mão, corre a mão

Venha com seu saci ou então no pererê

Venha com seu saci ou então no pererê

De Norte a Sul, de leste a Oeste, tudo mundo mexe, todo mundo mexe

De Norte a Sul, de leste a Oeste, tudo mundo mexe, todo mundo mexe


FLINSTCHANS

Iabadabadu, Iabadabadu

Os flinstchans vão buli com tu

Vou te levar para a idade da pedra

Vamos dançar, vamos cantar

Matar a pau

Vou te levar para a idade da pedra

Vamos dançar, vamos fazer um luau

No sapatinho, no sapatinho

Chamar a Vilma pra dançar no sapatinho No miudinho, no miudinho

Chamar a Bete pra dançar no miudinho

Oh! Vilma, Oh! Bete

Quebra que quebra

Desce que desce

Sobe que sobe

Mexe que mexe

Pedrita, tá Cadê Bambam

Vou chamar o Dino

Pra dançar o tchan, tchan, tchan

Mais o dino quer quebrar

Quebra, quebra dino Quebra, quebra dino Quebra


GERA SAMBA

Gera Samba, samba tão gostoso de sambar

Vocês conhecem Tomás, Tomás do Sul

Olha, ele é um amigo,

É um velho companheiro, que veio pra nossa terra pra dançar tchu-tchu,

Alô galera vocês não me levem a mau

Ele é um cara legal

E veio de buzú

Então vocês conhecem Tomás, Tomás do Sul

Vocês conhecem Tomás, Tomás do Sul

(falado)

E ai o Gera Samba

tem o prazer de mostrar,

Que nós temos de melhor, pra ele, Tomás do Sul

É mais ou menos assim

Essa dança é a dança do Tchu-tchu

Misturada com a dança do bumbum

Essa dança é a dança do Tchu-tchu

Misturada com a dança do bumbum

Essa dança é a dança do sapo

Misturada com a dança lagarto

Essa dança é a dança capeta

Misturada com caldo de lambreta

Essa dança é a dança do boneco

Misturada com a dança do De Jackson


JEITINHO MANHOSO

Eu conheci uma menina aqui

Que gostava de pagode, sambava como ninguém

Ela entrou no samba

E falou pra mim

Vem sambar, meu nego

Vem bambar, também

Ela desce, desce,desce,desce,desce

Com o dedinho na boca

E sobe também

Ela tem um jeitinho manhoso

Um corpinho gostoso

E um bumbum também

Ninguém aguenta quando ela chega

Empinando a bundinha

E começa a rebolar

A galera agita, tudo mundo grita

Em uma só voz e começa a cantar

Linda gosta, debochada

Maravilhosa

Samba, ai que eu quero ver

Quebra, ai que eu quero ver

Dança, ai que eu quero ver

Treme, ai que eu quero ver

Linda, maravilhosa e gostosa


LAMBA TCHAN

Pi para pirou

Pi para pirou…

Dance, dance, dance o lamba tchan, tchan, tchan

Dance, dance, dance o lamba tchan, tchan, tchan

Vai, vai, vai levante as mãos que eu quero ver

Ver você, balance os braços sem parar, (sem parar)

Batendo na palma da mão, no tum, tum tum do coração

Que é pra gente delirar, (delirar)

Girando que nem carrossel,

(Vai, vai, vai), deslize nas ondas do mar,

Vai que dá,

Na frente que eu vou atrás

Que tá gostoso até demais

E no gogó vamos cantar

(Ai, ai, ai), beleza é ter você comigo

(Ai, ai, ai), beleza é ver você bailar

(Ai, ai, ai), faz uma gracinha, ai, ai

Quebra de bandinha, ai, ai

Que o lamba tchan vai começar

Pi para pirou, meu amor

Pi para pirou, que calor

Pi para pirou, juntinho…

Dance o lamba Tchan!!!!!


MEXE, MEXE MAINHA

Você mexe comigo, quando começo a mexer

Mexe, mexe mainha quero sambar com você

Roda, roda mainha quero quebrar com você

Você requebra bonito, eu nunca vi coisa igual

Vai descendo mainha, depois sobe legal

Desce, desce mainha, sobe, sobe, legal

Nesse corpo gostoso, eu me acabo ainda, vou te amar

Nesse corpo dengoso, eu vejo só prazer, vou te querer

A galera quer saber onde tu moras

O Gera Samba pirou em você


NOVA LOIRA DO TCHAN

Luz na passarela , que lá vem ela

Luz na passarela , que lá vem ela

A nova loira do tchan

É linda , deixa ela entrar

É linda , deixa ela entrar

É linda

Tem 60 de cintura , que gostosura

105 de bundinha , que bonitinha

1,70 de altura , ninguém segura

Mas que loirinha danadinha

Engraçadinha

Abre a roda e deixa ela entrar

Quero ver a loirinha quebrar

Abre a roda e deixa ela entrar

Quero ver a galera piar

Ela é , uma é , eoró , foi a planeonó

É um avião

Ela é , uma é , eoró , foi a planeonó

É um avião

Ela é , uma é , eoró , foi a planeonó

É um avião

Ela é , uma é , eoró , foi a planeonó


NOVO SOM DE SALVADOR

É o novo som de Salvador, é o novo som de Salvador

Paquerei, paquerou

Tira a cadeira e abre a roda menina é hora de quebrar

E vai descendo vai e vai descendo mãe

E vai descendo vai e vai descendo mãe

E vai subindo vai, se requebrando mãe

Bem gostosinho vai, se requebrando mãe

Essa menina não é capaz de botar o pião pra rodar

Ó meu Deus, é só você e eu

Esse pagode gostoso que trouxe pra nós, como é o nome dele

É assim como nós, esse samba gostoso, que só tem gente bamba

O nome dele é o Gera Samba

A mão na cabeça e começa a descer

A mão na cinturinha e começa a mexer

Ó meu Deus, é só você e eu


PAPO QUENTE

Solte o corpo

Cai na dança

Rebola devagar

Pra não embolar

Esse teu corpo me fascina

Esse teu riso de menina

Me deixa

Menina, entra na roda

E rebola

Diz que rola, não enrola

Faz meu corpo delirar

Menina, papo quente

Que suinga, engana a gente

Penso até que estou contente

Me deixa

Deu água na boca

Ai, qie coisa louca

Essa menina quando mexe

Mexe,mexe

Ela é de arrepiar

Me sinto carente

Vem me fazer contente

Mas eu te espero na avenida

Toda linda

Só pra gente nomorar


PEGA NO BUMBUM

Menina linda, não vá embora

Está chegando a hora, e você vai ter que pegar

No cabelinho, ai

Mão no queixinho, ai, ai, ai

No umbiguinho

E desce, desce e remexe sem parar

(pega, pega)

Pega, pega, pega, pega, pega

Pega, pega, pega, pega, pega

Pega já peguei

Pega, pega, pega, pega, pega

Pega, pega, pega, pega

Vê se pega de uma vez

Já pegou no cabelinho, já peguei

Já pegou no narizinho, já peguei

Já pegou na orelhinha, já peguei

Já pegou na barriguinha, já peguei

Agora pare(sacanagem), pegue no bumbum

Agora desce, pegue no compasso

Pegue no bumbum, pegue no compasso

Pegue no bumbum, pegue no compasso

Pegue no bumbum, pegue no compasso

Pegue no bumbum, pegue no compasso

pegue no bumbum, pegue no compasso

Se o verão chegou, é só alegria

Estou no pega, pega, amor

No compasso da Bahia

(pega, pega)


POT-POURRI - A CANCELA / MINHA GUIA AZUL / MENTIROSA

Sinto a beleza da vida

Num despertar do amanhã

Venho comigo, querida

Curtir e sentir, o sabor da maça

Ao findar da madrugada

Surgiu um sol de verão

Esse É o Tchan do Brasil

Cantando e encantando

Esta linda canção

A cancela, a cancelada cancela bateu

Meu amor que era moreno

E moreno era você, ia, ia

Você, é, é, é, é, é

No Bicho da Cara Preta

Tudo fica bem legal

É o Tchan na minha vida

Nesse pais que é tropical não sei mais o que faço

Pra te conquistar

Pra te namorar

Deixa de orgulho

Papai,como eu sorri

Não tive pra onde correr

Botei minha guia azul

Pra poder me defender

Eu fui subindo a ladeira

Pra pedir sua permissão

No bicho da cara Preta

O senhor me deu a mão

Eu sou negão, chega mais pra ver

A bandeira azul e branca

Que eu carrego é pra você

Na minha vida só posso agracer

Eu vou seguindo a minha estrada

Pois meu samba é de valer

Meu samba é de valer

Meu samba é de valer é, é, é

Ogum de valer, é é

É de valer, é, é

O Tchan é de valer

Você vive falando

Só vive lamentando

Que eu não saio contigo

E que não quero te amar

E me nega um sorriso

Até mesmo um abraço

Eu te juro, menina

Já não sei mais o que faço

Pra te conquistar

Pra te namorar

Deixa de orgulho

E vem comigo quebrar

Pra de conquista

Pra te namorar

Deixa de orgulho

E vem pro Tchan sambar

Eu disse moça

Moça metida a besta,

Metida a besta, metida a besta.

Ia,lá, olhe a cara dela

Tá com três meses de barriga

Dizendo que é donzela


POT-POURRI - MARIA SAMBADEIRA / SWINGUEIRA

É gente cobiçada

É mulher de primeira

É fogo na brasa

É lenha na foqueira

É uma tentação, lá no caminha da feira

É pura sedução, num samba de madeira

Maria não resiste

E vem pro Tchan sambar

E levanta a poeira

Maria não resiste

E vem pro Tchan sambar

Ela não é brincadeira

Maria de verdade

Maria do Pelô

Maria do Brasil, Maria Salvador

Maria de verdade

Maria sambadeira

Maria que é o Tchan

Que é samba de primeira

Oi, levanta a poeira, sambadeira

Zum,zum,zum,na ladeira faz zoeira,é lauera

O swingue do Tchan, não é brincadeira

Na swingueira, na swingueira,

Na swingeuira, na swingueira,


Vivi,vivi,vivi,vivi,vivi,vivi

Foi um vento forte que passou

Deixou ecoar o novo som

Sou nossa juventude, vou dizer

Vem pra, menina, que é bom

É viola, é viola tá legal

Tá legal, tá, legal é viola

É viola, é viola tá legal

Tá legal, é viola

Se entra na roda, menina

Volte logo, por favor, menina

Volte logo, por favor

Andam dizendo por ai, que você disse

Que não gosta de pagode

E que não sabe sambar

Olhar, menina

Eu te digo, não se zanque

Pois eu tenho uma, proposta para te falar

Viola, tá legal

Tá legal, é viola

Viola, tá legal

Tá legal, é viola

Dance, menina

Dançando desse jeito é legal

Curtindo esse pagode em alto astral

Assim vai fazendo passar mal

É só mexer

Botando as cadeiras pra tremer

Assim tá me fazendo enloquecer

Já estou enloquecido de paixão

Bem ligerinho

Dá uma rodadinha ligeirinho

Mexe a cabeça, legeirinho

Sapateia, menina,ligeirinho

Sapateia, menina,ligeirinho

Sapateando para uma lodo e para o outro

Eu tó gostando

Gostando do teu jeito de sambar

Pro É o Tchan, menininha, vem pra cá

Sapateando para um lado e para o outro

Eu tô gostando

Gostando do teu jeito de sambar

Passarela meninha, venha ligerinho

Bem ligeirinho

Dá rodadinha, ligeirinho

Mexe a cabeça, ligeirinho

Sapateia no bicho, bicho

É o bicho, bicho é o bicho

Bicho, é o bicho,bicho, bicho Foi


QUEBRADEIRA (JOELHINHO CABEÇA)

Ele queria sim, fazer uma declaração de amor

Apaixonado, um tchan de idéias começou a rolar (a rolaaar)

E levantava as mãos, em cima e em baixo pra chamar a atenção

Mas a quebradeira tá de sinha, não ligava não

Seu rebolado é tão envolvente vai até o chão

Requebra gostoso, parece um pião, fiquei empolgado e entrei pra sambar

Seu rebolado é tão envolvente vai até o chão

Requebra gostoso, parece um pião, fiquei empolgado e entrei pra sambar

Você sabe quem é de sinha, Dona de Sinha

É prima de Mariazinha, Mariazinha

Você sabe quem é de sinha, Dona de Sinha

É prima de Mariazinha

Aquela que me fez entrar na roda pra sambar

Aquela que me fez entrar na roda pra jogar

Por isso jogo no jogo, no jogo jogo no jogo

No jogo jogo no jogo, no jogo jogo

Pro lado e pro outro, no É o Tchan virando o pescoço

Jogo no jogo, no jogo jogo no jogo

No jogo jogo no jogo, no jogo jogo

Pro lado e pro outro, na swingueira virando o pescoço

Joelhinho, cabeça, joelhinho, cabeça, joelhinho, cabeça, joelhinho, cabeça

Joelhinho, cabeça, joelhinho, cabeça, joelhinho, cabeça, joelhinho, cabeça

Ela sambava, ela sambava de montão, e a galera só na palminha da mão

Se encantou logo com o som de Salvador e com o grupo É o Tchan se balançou

Chegou trazendo essa receita, você que sofre de coluna não se esqueça

E levante a cabeça e não esmoreça porque a onda agora é pra jogar


REBOLA

Rebola,rebola esse seu corpinho de mola,

Rebola vai mãe, pega na cintura e desembola viu

Rebola,rebola pra galera aplaudir,

Simbora mãe, eu quero ver o seu corpo bulir

Flor da manhã, mostra esse sorriso só pra mim

Carinha de anjo, denguinho de papai sabe tudo (sabe tudo)

Mulher brasileira tu és a estrela do meu mundo, maravilhoooosa!

ÊÊÊÊ Eu quer ver o seu gingado novo, você quebrando,ÊÊÊÊÊ me assanhando todo

Tá todo mundo querendo lhe passar a mão


SAMBA SERTCHANEJO

O Tchan botou uma viola nesse samba

E a moçada toda vai se amarrar

É um mexe, mexe

Um quebra, quebra

Sacoleja, nesse samba sertanejo

Todo mundo vai pirar

É um quebra, quebra

Um mexe, mexe

Sacoleja, nesse samba sertanejo

Todo mundo vai pirar

Dilinguidim, dilinquidim

A viola no pagode começa

Fazendo assim

Dilinquidim, dilinquidim, dilinquidim

A viola no pagode começa

Fazendo assim

Eu vou mostrar pra você

Como toca uma viola

Eu vou mostrar pra você

O gingado da vida

A mão na barriguinha dessa viola

Alisando a cinturinha dessa viola

Segurando o Tchan dessa viola

Depois da uma paradinha

Na boquinha da viola


SEGURA O TCHAN

Pau que nasce torto nunca se endireita

Menina que requebra mãe pega na cabeça

Domingo ela não vai, vai vai

Domingo ela não vai, não vai vai vai

Segura o tchan amarra o tchan

Segura o tchan tchan tchan tchan tchan

Tudo que perfeito a gente pega pelo braço

Joga ela no meio mete em cima mete em baixo

Depois de nove meses você vê o resuldado

Esse é o gera samba arrebentando no pedaço

Joga ela no meio mete em cima mete em baixo


TARDE DE DOMINGO

Tem o mundo inteiro todo pra você

O meu abraço pra lhe proteger

Vejo mistério nesse seu olhar, que me atrai

Tudo fica bem quando você está

Com esse jeito novo de amar

Sua presença enche de desejo no ar

Nunca vou me esquecer desse momento lindo

Qualquer dia com você é tarde de Domingo

Eu sei

Andei, andei, andei

O dia inteiro a lhe procurar

Eu não posso perder

O seu amor jamaaaaaaaais

Andei, andei, andei

O dia inteiro a lhe procurar

Eu não posso perder

O seu amor jamais


TCHAN DO AMOR

Eh, lá vem o grupo

Que comanda as multidões

Lé, lé, lé, lé, lé, lé,

Esse é o Grupo Tchan

Que alegria os corações

Lé,lé, lé, lé, lé, lé

Venho com honras e glórias

Mostrar minha história

Mostrar meu valor, ó, ó,

O Tchan é amor, ó, ó

O Tchan é amor

Hoje eu não quero tristezas

Só quero alegria

O Tchan já chegou, ó,ó

O povo bate

Vem, vem, vem Vem, vem vem pro lado de cá


TCHAN É BALA

Abra os braços, de carinho

Nesse passo você não esta sozinho

Se roda pião

O mundo gira no segundo

O É o Tchan quando passa

Vai levando todo mundo

O Tchan é bala, é bala de canhão

O Tchan é fogo no seu coração

O Tchan é amor

O Tchan e amor

Se roda pião

O mundo gira num segundo

O É o Tchan quando passa

Vai levado todo mundo

É a levada brasileira

É alegria e emoção

E a parada agora

Tudo, tudo, tudo

Tchan,Tchan,Tchan, a toda hora


TCHAN NA SELVA

Uo, uo, uo, o, o, o, o

Uo, uo, uo, o, o, o, o

Olha o grito de Tarzan

Uo, uo, uo, o, o, o, o

A festa vai começar

Uo, uo, uo, o, o, o, o

E olhe o grito e olhe o grito

Uo, uo, uo, o, o, o, o

Agora todo mundo segurando o Tchan

Todo mundo segurando o Tchan

Hoje na floresta

Vai rolar a festa

Hoje na floresta

Quem quiser pode chegar

Até Tarzan

Tá botando pra quebrar

A bicharada fica toda assanhada

É um tal de quebra, quebra

Quebra aqui, quebra acolá

É nessa onda de sambar no miudinho

Tá todo maluquinho

Tá gostoso pra danar

A galera vai chegar doida pra sambar

Vamos na ponta do pé, que nem jacaré

E Jane vem que nem Saci, dançando o tititi

E Tarzan pega no cipó e a cobra deu um nó

E o leão que fez um “u” virou canguru

Parece de mola, aê, aê, aô

Mas quando rebola, aê, aê, aô

Pegando pressão, aê, aê, aô

Alucina a multidão

Oi, pula, pula, pula

Circulando o bumbum

No sapatinho, patinho

Circulando o bumbum

E pega no cipó

Circulando o bumbum

E a cobra dá um nó

Circulando o bumbum


TÊCA TÊRERECA

Quem não conhece Têca têca têrereca (têca têrereca, têca têrereca)

Que adora quebrar lá no bicho da cara preta (da cara preta, da cara preta)

E na roda de samba mexe com a mão na cabeça (têca têrereca, têca têrereca)

Quem não conhece Têca têca têrereca que no final de semana foi pro pagode quebrar

Mas ela quebra no boca da garrafinha, amarra o tchan

Lá na cordinha e também no tcha tcha tcha

E nessa onde todo mundo ela engana quem não conhece essa pessoa popular

Segunda à sexta ela é uma faxineira, lava, passa, lavadeira até a semana acabar

E no domingo todo mundo ela engana, bota uma roupa bacana no pagode pra quebrar

No É o Tchan ela quebra gostosinho, com o seu jeitinho de quem sabe o que fazê

E vem quebrando com o dedo na boquinha, fazendo uma carinha de quem gostou demais

E vem quebrando com o dedo na boquinha, fazendo uma carinha de quem gostou demais


TEMPERO DO AMOR

Você me prendeu

no seu tempero de amor

Pode me levar que eu vou

Pode me levar que eu vou

Eu também vou

Pode me levar que eu vou

E eu já disse, eu já disse, eu vou, eu vou

(Ah, me leva, me leva que eu vou)

Pode me levar que eu vou

Pega, pega, pega, pega

Pega na cintura do negão

Pega, pega, pega, pega

Pega na cintura do negão

E vamos formando um cordão

Cê mandou bem, eu mandei legal

Eu mandei bem, cê mandou legal

É (Agora) batendo na palma da mão

Oh, oh, oh, oh, oh, oh

Agora cantando na palma da mão

Ah, ah, ah, ah, ah, ah

Pega no ombrinho dela que ela adora!

Agarra nas anquinhas dela

Que ela adora!

Funga no cangote dela que ela adora!

E bote o bumbum pra tremer

Dá uma bundada nela que ela adora!

Uma umbigada nela que ela adora!

Um saramussum com ela que ela adora!

E deixa o couro comer!


TRIBO TCHAN

Eu quero ver, a india mexer

Eu quero ver, a índia mexer

Também quero ver, a índia mexer

Eu quero ver, a índia mexer

O Tchan vem contar, o que a história não contou

Que por uma índia baiana, Cabral se apaixonou

Que por uma índia baiana, Cabral se apaixonou

Pelo gingado, requebrado que ela dança

Pelo seu corpo bronzeado que balança

Fantasiado, português entrou no samba

E a índia pathanxó chamou assim:

Tchancuru, (Thanchegô) catchanbá, (Tchan popo)

Paquechan, (tchanrerê) Tchansambá, (tchan mexê)

Vou traduzir

Na cabeça, (no joelho) No peitinho, (no bumbum)

barriguinha, (cinturinha) essa índia ainda mata um

cacique quer ver (bumbum mexer)

E o pagé (quer samba no pé)

E o curandeiro (tá de olho no pandeiro)

Do Brasil à portugal, sambando foi Cabral

Do Brasil à Portugal, sambando foi cabral

Enquanto Cabral samba, pero Vaz caminha

pegando no compasso dessa indiazinha


TRIM, TRIM

Trim, deu uma hora

Trim, trim, deu duas horas

Trim, trim, trim, já deu três horas

Trim, trim, trim, trim, quatro horas deu agora

E na sacanagem

Vai pegando no ponteiro

Vai descendo até embaixo

Vai subindo bem ligeiro

E nessa dança

Tem que Ter muita energia

Pra descer até embaixo

Não acabar a bateria

Falei pra ela

Pra não pegar no segundo

Pegar no ponteiro grande

Que isso aqui dá um minuto

Deu uma hora, duas horas

Deu três horas, quatro horas

Ela ainda está no samba

Que menina é essa

Vem quebrando de ladinho

Dá em cima, dá embaixo

Não consegue ficar bamba