Luka

PORTA ABERTA

Os dias passam devagar

A noite me diz que você não vai voltar

Os móveis saem do lugar

Eu corro o mundo e não consigo te alcançar

Sem você meu rádio fica mudo,

Minha TV fica sem cor,

Meu violão fica sem som,

Sem você meu corpo não reflete mais no espelho,

Minha casa cai,

Sem você eu perco o chão

Então me aceite como eu sou

Não me peça pra mudar

Essas manias que você já perdoou

Eu vou levando a vida

Eu vou tentando disfarçar

Mas vou deixar a porta do meu quarto aberta

Caso você queira voltar


TÔ NEM AÍ

De mãos atadas, de pés descalços

Com você meu mundo andava de pernas pro ar

Sempre armada , segui seus passos

Ateei seus braços pra você não me abandonar

REFRÃO I

Já nem lembro seu nome, seu telefone eu fiz questão de apagar

Aceitei os meus erros, me reinventei e virei a página

Agora eu tô em outra….

REFRÃO II

Tô nem aí , Tô nem aí…

Pode ficar com seu mundinho eu não to nem aí

Tô nem aí , Tô nem aí…

Não vem falar dos seus problemas que eu não vou ouvir..

Boca fechada , sem embaraços

Já te dei todas as chances de ser um bom rapaz

Mas fui vencida pelo cansaço , nosso amor foi enterrado edescansa em paz

REFRÃO I

Já nem lembro seu nome, seu telefone eu fiz questão de apagar

Aceitei os meus erros, me reinventei e virei a página

Agora eu tô em outra…

REFRÃO II

Tô nem aí , Tô nem aí…

Pode ficar com seu mundinho eu não to nem aí

Tô nem aí , Tô nem aí…

Não vem falar dos seus problemas que eu não vou ouvir..

Tô nem aí , Tô nem aí

Tô nem aí, Tô nem aí

Tô nem aí , Tô nem aí , pode ficar com seu mundinho eu não to nem aí

Tô nem aí, Tô nem aí, não vem falar dos seus problemas que eu não vou ouvir..